Biotecnologia Amarela: A Ciência na Produção de Alimentos

A cor amarela na biotecnologia representa o uso de processos biotecnológicos, como a fermentação, para a produção de alimentos e bebidas. Entre os produtos alimentícios fermentados mais populares no Brasil podemos citar pães, iogurtes, queijos, cervejas e vinhos. Existem ainda produtos como o hidromel e o kombucha que vêm conquistando novos consumidores. Preparamos um quadro ilustrado com as definições de diferentes produtos fermentados e exemplos de empresas que atuam na produção. A biotecnologia no setor alimentício não é restrita à produção tradicional, mas também permite que características nutricionais, sabores e aromas dos alimentos sejam aprimorados ou adicionados por meio de suas técnicas.

            O grande diferencial do profissional em biotecnologia é possuir o conhecimento acerca do uso de ferramentas biológicas para inovação e resolução de problemas. E esse diferencial é um grande aliado na produção industrial de alimentos fermentados. Produzir linhagens de leveduras para atender objetivos industriais específicos é uma possibilidade biotecnológica de amplo potencial de utilização. Uma maneira de realizar isso é através da exploração da biodiversidade natural selecionando, testando e isolando variedades com desempenhos  superiores. Apesar de algumas dessas variedades industriais serem inadequadas para o uso direto na fermentação, suas características podem ser transferidas para cepas industriais.

PRODUTOS DEFINIÇÃOEMPRESAS
PÃES
Os ingredientes básicos na panificação são farinha, água, sal e leveduras. A levedura produz dióxido de carbono, o gás que se forma na fermentação e se prende na rede de glúten, fazendo com que a massa se expanda no forno.Roma Biotec ind. e com. ltda. é especializada na conservação de produtos panificados, contando com profissionais capacitados em biotecnologia e microbiologia.
Lesaffre é uma empresa de referência global no mercado de leveduras e fermentação.

QUEIJOS
Entende-se por queijo o produto fresco ou maturado que se obtém por separação parcial do soro do leite ou leite reconstituído (integral, parcial ou totalmente desnatado), ou de soros lácteos, coagulados pela ação física do coalho, de enzimas específicas, de bactérias específicas, de ácido orgânicos, isolados ou combinados, todos de qualidade apta para uso alimentar, com ou sem agregação de substâncias alimentícias.A Bela Vista Produtos Enzimáticos é uma empresa pioneira na produção de coalho no Brasil. Conta com parcerias sólidas no exterior, atuando em conjunto para o desenvolvimento de Culturas Lácteas adaptadas à realidade brasileira, de excelente qualidade, para produção de queijos e iogurtes.
IOGURTES


Produto cuja fermentação se realiza com cultivos proto-simbióticos de Streptococcus salivarus subsp. thermophilus e Lactobacillus delbrueckii subsp. Bulgaricus aos quais podem acompanhar de forma complementar outras bactérias ácido-lácticas que, por sua atividade, contribuem para a determinação das características do produto acabado.Além da A Bela Vista Produtos Enzimáticos, a Gabbia Biotecnologia atua com foco em no desenvolvimento de ingredientes – culturas microbianas específicas, investindo em inovação e produção biotecnológica associadas a competitividade e qualidade (envolve uma ampla gama de produtos indo além de iogurtes e fermentados).
VINHOS
Vinho é exclusivamente a bebida resultante da fermentação alcoólica completa ou parcial da uva fresca, esmagada ou não, ou do mosto simples ou virgem, com um conteúdo de álcool adquirido mínimo de 7% (V/V a 20° C.)

A Biotec Sul possui uma visão de aprimoramento constante em enologia, biotecnologia e gestão vitivinícola, além de fornecer coadjuvantes de fermentação, clarificação, conservação, afinamento e filtração.
CERVEJAS
Cerveja é a bebida obtida pela fermentação alcoólica do mosto cervejeiro oriundo do malte de cevada e água potável, por ação da levedura, com adição de lúpulo.A LEVTEK Tecnologia viva é uma empresa especialista em leveduras para cervejas, trabalhando também com controle de qualidade, análises laboratoriais, desenvolvimento de produtos e blends, consultorias e cursos.
KOMBUCHA
Trata-se de uma bebida doce fermentada de origem asiática, à base de chá verde e/ou chá preto. Ela é resultado da fermentação de uma associação simbiótica de bactérias (primordialmente por bactérias acéticas) e leveduras, onde se forma uma película chamada SCOBY (Symbiotic Culture of Bacteria and Yeasts), que realizam várias reações bioquímicas durante sua fermentação. A Flyt natural é uma empresa que conta com uma PhD em biotecnologia, apaixonada pelo benefícios dos probióticos. Ao longo de um ano a Flyt desenvolveu seus primeiros produtos, o Kombucha Flyt.
HIDROMEL
O hidromel é uma bebida alcoólica produzida através da fermentação, realizada por leveduras, de uma solução diluída de mel, obtida através da adição de uma quantidade adequada de água.A OldPony é uma hidromelaria brasileira com capacidade e flexibilidade para produção e envase em diversos tipos de embalagens. Tudo isso em uma mesma planta fabril, atuando como referência no mercado.

            A biotecnologia amarela se refere também à técnicas empregadas para o melhoramento genético de alimentos. Você provavelmente já se deparou com frutas sem sementes no supermercado ou na feira. Esse é um belo exemplo de como a biotecnologia age para tornar os alimentos mais viáveis nutricional e economicamente. Para chegar a este resultado, cientistas observam as características em várias espécies, para que assim, após cruzamentos, o resultado desejado seja obtido.

 Os pesquisadores combinam técnica convencional, com a transferência de uma planta para outra, e com modernos recursos de biotecnologia. O melhoramento contorna barreiras que na natureza desfavorecem certos cruzamentos, para fornecer um melhor produto e que também agrade o consumidor.

 Outro exemplo é que nem toda mandioca é branca. O Programa de Melhoramento Genético de Mandioca da Embrapa Mandioca e Fruticultura já conseguiu desenvolver algumas variedades de mandioca de cor amarela e com alto teor de betacaroteno: pigmento que desempenha papel essencial para a visão, assim como para o crescimento e o desenvolvimento de ossos e de pele.

É dessa forma que a biotecnologia amarela vai entrando e melhorando a vida das pessoas.

Autores: Jaqueline Riewe Deifeld (Polo UNIPAMPA) e Pedro das Neves de Oliveira (Polo UFOPa)
Edição: Bruno Pereira (Secretaria de Comunicação da LiNAbiotec)

Consulte as referências aqui.

One thought on “Biotecnologia Amarela: A Ciência na Produção de Alimentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *