A atuação da biotecnologia em empresas sucroalcooleiras

Com a biotecnologia é possível possuir conhecimento acerca do uso de ferramentas biológicas para inovação e resolução de problemas, por isso é uma grande aliada das produções industriais. A atuação desta na produção de cervejas começa com a seleção e melhoramento genético dos grãos, controle de qualidade ou análise de materiais e melhoramento de bioprocessos. Mas antes de tudo, é importante saber um pouco sobre o processo de fabricação, por isso fizemos um breve resumo para situar vocês.

1º Etapa: Pode-se dizer que a primeira etapa da produção é justamente o plantio e colheita dos melhores grãos.

2º Etapa-Maltagem: a cevada é colocada em tanques e inicia a germinação. Após 40 h, os grãos são espalhados no chão e inicia o processo de secagem que é moído depois de 5 semanas, transformando-se em malte.

 3º Etapa-Brasagem: o amido dos grãos é transformado em maltose por meio do aquecimento. O produto desse processo é chamado de mosto.

4º Etapa: O mosto é filtrado e adiciona-se o lúpulo que contribui para o amargor da cerveja. Esse composto é fervido para parar o processo enzimático e precipitar proteínas.

5º Etapa-Decantação: o mosto é agitado de modo que o lúpulo e proteínas ficam precipitados no fundo.

6º Etapa: Adiciona-se a levedura que é o microrganismo responsável pela fermentação, metaboliza os açucares extraídos dos grãos para produzir o álcool.

7º Etapa: Depois que a fermentação termina, todo o produto é transferido para tanques de maturação onde ocorre a clarificação da cerveja por decantação. Após esse processo, ela é envasada, passa por processo de pasteurização e pode ser comercializada.

Agora é possível entender como a biotecnologia pode atuar nessas empresas. Com a Biotecnologia é possível explorar a biodiversidade natural, produzindo linhagens de leveduras e malte a partir de técnicas de seleção de genes específicos que permitem a ampliam a produção, controle de pragas e a obtenção de grãos com características específicas de aromas e sabores. Utilizando suas habilidades em genética e biologia molecular o profissional dessa área pode produzir novas linhagens de malte e leveduras, inclusive ha pesquisas para a produção 100% brasileira destas, que originarão novas cervejas.

Já a Biotecnologia Industrial é importante na produção de microrganismos que possam acelerar o processo de fermentação e maturação e na redução do tempo de decantação. Bem como a análise e controle de qualidade estão muito presente em diversas empresas, principalmente do setor alimentício.

Autora: Beatrice Melo / Secretaria de Comunicação da LiNA Biotec

FONTES: https://profissaobiotec.com.br/9-possibilidades-de-carreira-para-um-biotecnologista/ ; https://profissaobiotec.com.br/a-biotecnologia-verde/ ; http://www.linabiotec.com.br/?p=3461 ; https://www.youtube.com/watch?v=J5WihtnnZRE ; https://www.maisbolsas.com.br/enem/biologia/conheca-as-areas-da-biotecnologia ; https://www.levteck.com.br/ ; https://www.google.com/search?client=firefox-b-d&q=processo+de+fabrica%C3%A7%C3%A3o+da+cerveja ;